lua cheia

lua cheia
Adormecendo nos braços do Oceano

domingo, 7 de dezembro de 2008

RECORDAÇÕES

Dezembro de 1973. O paquete Niassa ao largo da Madeira. A poucos dias de eu completar 22 anos. A inocência politica da minha juventude, convicto de que era um salvador da pátria.
Sobre as ondas do Atlântico íamos abrindo caminhos de água rumo á Guiné.
O porão do navio ia prenhe de juventude...e de lágrimas mal contidas. Ninguém sabia quem iria regressar...e o salgado das nossas lágrimas, confundia-se com a água salgada do mar...

12 comentários:

Shanti / Lil Smith disse...

Hola mi amigo bello y querido!!!!
Pienso que esa sensación que describes la sienten todos los chicos que se preparan para defender a su país llegado el caso y se lanzan en una aventura en donde sueñan regresar cubiertos de honor y gloria.

te dejo amapuches ricos y besitos

dona tela disse...

Desculpe, mas ando com pouca inspiração.

Bom dia para si.

Maresia disse...

Mas que belo mancebo...É bom abrir os nossos álbuns de recordações.

mdsol disse...

Pronto: vou armar-me em muito burra e fazer de conta que não entendi mais nada...
Eras bem giro! rsrsrsrsr
:)))

claras manhãs disse...

Salvaste-te, uma sorte para todos o que te conhecemos, mesmo que só blogosfericamente

beijinho

direitinho disse...

Não sei porque te deram de presente passar ao largo da Madeira.
Nós nada vimos. Só água. Será que fui distraído...?
Olha gostei muito de ver os peixes voadores na entrada do porto de Bissau. Se pudesse ter-lhes-ia pedido uma boleia de regresso.
Um abraço

Mariz disse...

Eu sei perfeitamente o que deveria ter sentido na altura...embora noutro campo, eu sentia o mesmo - essa alegria interna de poder contribuir com o melhor que existia em nós...pensando numa pátria global!

Afinal...ainda há analfabetos, ainda não há água em certos locais, nem médicos, etc.etc.etc.
Abraço
Mariz

butterfly disse...

A sorte de voltar infelizmente nem a todos sucedeu...felizes dos afortunados que coonseguiramm:)
beijinhos

Zica Cabral disse...

Creio que nessa altura ja havia uma consciencia politica contra a guerra mas a grande maioria da populacao pensava como tu. Ainda bem que vieste com vida. Tb ganhei com isso. Conhecer-te (sobretudo pessoalmente) foi uma bencao.
:-)
Beijos

Estações da Vida disse...

Olá, José.Você deve ter muitas histórias para contar...Felizmente, essa " coisa horrorosa" chamada guerra parece não ter endurecido o seu coração, ou anuviado a sua alma.Beijo.

Shanti / Lil Smith disse...

amigo lindo paso a dejarte besos y amapuches no te olvido

JC disse...

A guerra colonial quando começou tinha como intenção apenas repor a ordem nas colónias por motins que se levantararam entre os anos de 1960/62. Depois continuou. Ainda hoje tenho dúvidas a quem interessou prolongar a guerra. O que que sei é que muita gente morreu e posteriormente a descolonização que fi feita não acautelou os intereses de Portugal e dos Portugueses. Que pena que isso tenha acontecido da forma que aconteceu.
Um abraço