lua cheia

lua cheia
Adormecendo nos braços do Oceano

sábado, 29 de novembro de 2008

DAR ....E DAR-SE



Não, não quero ensinar-vos a cozinhar, mas falar-vos de FOME...e de GENEROSIDADE...


Coloquei de lado as minhas fotocópias académicas, os vários trabalhos á minha espera, uma net demasiado lenta para o meu gosto, sacudi o gato que teimava em saltar para cima do teclado do computador...e fui ás compras.

Estava uma gélida manhã. Era bem visivel o granizo acabado de cair e ainda ecoava ao longe o ribombar dos trovões.


Envergavam uma tshirt branca e distribuiam sacos de plástico á entrada do supermercado. Eram os voluntários do Banco Alimentar contra a Fome. Era grande a minha pressa e pequeno o meu orçamento. Lembrei-me então "tive fome e deste-me de comer". Entre arroz, massa e leite, enchi dois sacos. Há sempre alguém que precisa mais do que nós. Descobri que ser solidário pode diminuir o orçamento material mas engrandece o coração, ou seja, faz bem por dentro...e isso nota-se por fora.


Se falei sobre o acto de DAR, queria fazer uma referêncial muito especial ao DAR-SE. O que seria do mundo sem esta generosidade dos que voluntáriamente SE DÃO?E fazem-no com um entusiasmo contagiante, diria mesmo , com muito amor, porque o amor, qualquer que seja a sua vertente, é o único sentimento que dá sentido da vida...


Um bom Domingo...mesmo que chova...


12 comentários:

Shanti disse...

Con el hambre que tengo y la flojera de cocinar que igualmente tengo jajajajaja y tu que colocas ese plato de pasta tan rico.Eso es cruel!

Besos amigo.

Estações da Vida disse...

"O amor, qualquer que seja a sua vertente, é o único sentimento que dá sentido à vida"...Gostei e concordo plenamente. AMOR - sentimento com várias nuanças...José, essa " fúria da natureza" tem se tornado intensa nos últimos anos e esse quinhão de " desgraça" contempla quase sempre os mais humildes.Que consigam refazer as suas vidas e que os administradores desse país sejam mais responsáveis e trabalhem pelo bem-estar da população. Eles não podem deter a fúria da natureza, mas podem elaborar programas habitacionais longe das áreas de risco, com saneamento básico adequado e assistência aos mais necessitados.Que saiam dos seus gabinetes e vejam a miséria que anda a rolar nesse país!!!!!!!!!
Abraços.
Sylvia Narriman

Mariz disse...

Oláaaaa! Como vai?Há quato tempo!

Vim aqui matar saudades e dizer-lhe que estou a tentar elaborar outro blog para colocar os posts que já publiquei...não sei se vou ser bem sucedida, porque não entendo nada de informática e vai ser por tentativas...(sabe como se faz...já agora?!)
Ah! Mas queria eu dizer que escolhi - agora que vim até aqui - este mesmo modelo com estas côres; acho-o fresco e equilibrado!

Quanto ao seu post, nem sabe como eu gosto de esparguete com atum...hummmmm! Depois de cozido, passo-o por um fio de azeite e coloco coentros e é de chorar por mais!

Abraço então e prazer em voltar a revê-lo

Mariz

claras manhãs disse...

è no 'Dar-se' que engrandecemos!
Também estou de acordo.

Beijinho e Bom Fim-de-Semana.

claras manhãs disse...

Mariz, se precisar de ajuda estou ao seu dispôr

Zica Cabral disse...

meu querido Zézito, adorei o teu post. É tão importante O DAR e O DAR-SE sobretudo quando as carencias dos outros ultrapassam largamente as nossas proprias carências.
Sempre contribuí para o Banco Alimentar contra a Fome, quando estava em Portugal e acho que, se repartirmos o pouco que temos com os outros, não ficamos mais pobres mas sim mais enriquecidos e poderemos contribuir para minorar as situações de aflição de quem não tem nenhuns recursos. O que, infelizmente, em Portugal, se vê crescer diariamente.
E tens toda a razão no que dizes a respeito do AMOR. É o unico sentimento que sá sentido à vida e nunca deve ser regateado ou feito como moeda de troca. Deve amar-se o proximo incondicionalmente. Seja ele (o proximo) HOMEM, ANIMAL OU VEGETAL. QUALQUER SER VIVO independentemente da especie e do estagio evolutivo em que se encontra.
Beijinhos ao Nico e pra ti tb.
Zica

JC disse...

Quanto mais damos mais temos.
É de louvar estas pessoas que se dão aos outros para que possam fazer alguém feliz.

mdsol disse...

O teu coração é lindoooooooooooo
:))

direitinho disse...

Bom dia
Sabes que gosto de ler os teus artigos porque além do bom português que usas, trazes sempre uma mensagem que nos ajuda a pensar num tema actual. Parabéns!
Isso do amor é como disseram já e nada posso acrescentar
«viver e amar é uma coisa que nunca pode acabar»
O banco alimentar é uma coisa maravilhosa e ainda bem que há muitos voluntários que acabam por dar muito mais do que tudo o que cada um poderá doar.

inespimentel disse...

Dar e partilhar desinteressadamente é a melhor forma de fazer a "revolução", mudar as mentalidaes e o rumo egoísta em que vivem as sociedades "ditas" desenvolvidas.
Eu rejubilo quando, feitas as contas, se conclue que quanto maior é a crise mais generosas são as contribuições... palavra que isto para mim são AS BOAS NOTÍCIAS que podemos dar uns aos outros!

Maresia disse...

Dar e dar-se.. O segredo da vida. Gostei muito deste seu post....

Paula Raposo disse...

Começo a compreender-te...beijos.