lua cheia

lua cheia
Adormecendo nos braços do Oceano

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

EMOÇÕES LITERÁRIAS

Foi por acaso...
Deambulava por entre os livros, numa grande superfície comercial. E encontrei-a. Peguei-lhe por curiosidade, folheei algumas páginas, vi as ilustrações mais sugestivas...e descobri o quanto eu ando arredado dos bons conhecimentos da língua portuguesa.
Convidei-a para ir viver comigo, estava apaixonado...ela aceitou. Almas gémeas...
Quando passei pela caixa ouvi a pergunta habitual.
_Quer um saco?
_Um bom livro nunca anda escondido-respondi eu.
Eu e os livros temos uma relação poligâmica.Há quem não entenda.Perguntam-me se fico mais rico por gostar de ler. Aí eu penso baixinho que é a iliteracia que nos torna mais pobres...de espírito.Mas com certas pessoas não vale a pena trocar ideias.A nossa cultura geral gira em torno do futebol...e das revistas cor de rosa.Alguém me explica porque razão o público ledor deve estar ao corrente da vida sentimental de um sujeito que ganha milhões a jogar futebol?
Embora seja meter a foice em seara alheia, pretendo, num próximo artigo, opinar....sobre o novo acordo ortográfico.Há quem diga que da discussão nasce a luz....nem sempre, digo eu...

34 comentários:

Zica Cabral disse...

"Afinal quem foi o fazedor de tão sublimes esculturas? Até apetece comê-las...com o olhar..."

Primeiro responder-te à pergunta que deixaste no meu blog. Não sei quem foi o artista mas tb achei super apetitosas as esculturas "comiveis" e resolvi postá-las no blog. Que tenho abandonado desde o ano passado porque em Janeiro o meu marido deu entrada no Hospital aqui da Ilha e morreu em Maio passado por isso, nem tempo nem disposição para bloguices. Agora vou recuperando.

Segundo, li agora este ultimo post e estou 100% de acordo contigo. Tb tenho uma relação poligamica com os meus livros que, estão na sua maioria em Portugal (trouxe alguns e vou trazendo ao pouco) jazendo nas prateleiras e são quase 3000. Nem tenho espaço fisico para os por aqui em Inglaterra porque as casas cá são minimas comparadas com o espaço que temos em Portugal. Enfim, tenho um jardim enorme e valha-nos isso.

Tb vi no teu perfim que gostas sobretudo de musica classica e de MOzart e Beethoven. Eu atb mas acrescentarei Bach, Vivaldi, Humel, Haendel e por ai..............mas tb gosto de Chopin, Sati e afins. E, para grande escandalo de alguns puristas do Barroco até gosto de Xenaquis ,algumas coisas de Shoenberg etc etc. Mas prefiro o Baroco, lá isso é verdade.
E pronto vou passar a vir aqui mais vezes e, entretanto vou ler um bocado mais do que tens escrito.
beijinhos
Zica

JC disse...

Cocordo inteiramente como o seu post. Infelizmente a literatura em Portugal faz-se desse tipo de revistas. As tais que apenas falam da vida dos outros. Mas, a culpa será que não é de todos nós?
Quando digo todos nós, avós, pais, professores e, tantos outros, ao não incutirmos nas nossas crianças hábitos de leitura. Quando podemos oferecer um livro, oferecemos um brinquedo.
Não é fácil mudarmos a mentalidade das pessoas, mas temos que lutar para que isso possa vir a acontecer num futuro próximo.

Zica Cabral disse...

obrigado pelas tuas palavras a respeito do meu marido. Ele viverá sempre dentro de mim mas não estou triste precisamente porque tenho muita coisa dentro de mim. Não só a musica que é uma grande fatia da minha vida mas tb a leitura a pintura e a fotografia!!
Quanto às fotos da Ilha encontrás bastantes no meus blogs. Vai visitá-los e ficarás maravilhado. A Ilha de Wight fazx parte dos dominios de sua magestade, sim. Fica mesmo no Sul de Inglaterra, no Canal da Mancha que eles chama English Chanel (claro) é separada da Ilha Mãe por uma faixa de água chamada Solent. Esta Ilha não é humida pelo contrári. Este ano em sido um Verão pavoroso mas, estou cá há 8 anos e é a primeira vez que não utilizo a minha piscina . Tem estado um tempo horrivel - hoje por acaso está muito sol e muito calor - sempre a chover ou enovoado e nos ultimos 3 dias tem estado mesmo frio (19º) para Agosto. Nos outros anos a partir de de Abril está sempreum tempo fantastico...............mais chuvisco menos chuvisco. Porque esta Ilha tem um microclima especial, as àguas são quentes por causa das correntes do golfo - o que eu achei fantastico a primeira vez que fui à praia e molhei os pés. Estava à espera de água gelada , tipo Mar do Norte, e em vez disso senti um caldo quente nos pés que muito me agradou..........não gosto de coisas frias - e o clima é perfeitamente mediterranico. Muito semalhante ao de Lisboa mas sem os excesso de temperatura. No Inverno é talvez mais frio mas as temperaturas nunca descem a menos de 3º negativos. E, desde que eu cá estou só uma vez desceram tanto. No entanto neva todos os anos 1 dia , ou umas horas, e este ano acho que foi .............em Abril, calcula!!!!!!! ou em Março, tenho que ver nas fotos. Mas foi assim disparatado quando já ninguem esperava. Mas em Maio, quando o meu marido morreu, estava um calor insuportavel, subiu aos 35º. Nada predizia um Verão tão fraquinho.

Ah quanto aos livros, leste bem o numero e posso dizer-te que os li todos. E que me fazem muita falta. Estão espalhados, alguns estão num sitio e muitos ainda estão em casa do meu ex marido por absoluta falta de espaço . Mas estão em bom recado e guardadinhos (embora devam estar com um patine de pó que só visto!!!!!!!) Claro que são livros tecnicos das minhas muitas actividades , desde a Antropologia, Psicologia, Filosofia , Historia, Música etc etc. Muito poucos romances ou ficção. Porque pra comprar uns não tinha $$$$ para os outros e vice versa. Só mais recentemente pude começar a comprar ficção literária e tenho aqui alguns livros sobretudo da Isabel Allende que adoro. Mas são pouquinhos , lidos relidos e trelidos.


Quanto à musica classico, se não conheces começa a ouvir e a conhecer. Basta ligares a Classic FM na internet ou a Lisboa 2 (não sei se ainda se chama assim). A CLassic Fm é extraordinária e o que eu oiço sempre no carro quando não oiço os meus cds

Uff....acho que respondi a tudo.....mas está tipo testamento de gente rica!!!!!!

beijinhos
Zica

Zica Cabral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zica Cabral disse...

tenho-me esquecido de pergntr se conheces uma familia Cunha aí de Leiria. São 5 rapazes (se nao me engano), não me lembro do nome de todos mas acho que o mais velho é o Arnaldo , depois o Luís ,há um Joãoque é mais novo e ainda há mais outros de que não me lembro o nome . Não os vejo há anos e gostava de saber deles. Sºao gente belissima, de primeria qualidade quer os pais quer os filhos. Mas perdi-lhes os rasto!!!!!!!

beijinhos
Zica

WOLKENGEDANKEN disse...

Compartilhamos o despreco das revistas cor de rosa. Eu adicionalmente detesto as telenovelas porque penso que estos dois fenomenos juntos mantem as pessoas num mundo imaginario, esteril, vazio que nada tem a ver com a beleza e grandeza da vida real. e ainda porcima , claro, mantem miles de pessoas na ignorancia ...
Ah, é Portugal deve ser o pais europeio com os livros mais caros. Por exemplo comparado com o meu pais os mesmos livros costam entre 2 e 5 euros mais. Para quem compra muitos faz alguma diferenca !!!

Zica Cabral disse...

este pôr do Sol foi apanhado no dia 25 de Dezembro, dia de Natal, às 3 e pouco da tarde porque aqui escurece às 4 horas , no Inverno. Por isso a luminusidade é pouca. E tive que ser rápida a tirar as fotos porque foi um espectaculo que demorou pouco tempo.


Quanto à leitura.........pois tens razão......................durante muitos muitos anos eram a unica companhia de dia e de noite. Embora tivesse criado 3 filhos que hoje são adultos e já pais. Mas depois desse capitulo foi só dedicação ao estudo e trabalho e pouco mais. E ainda bem!!!!!!!!!! Porque mais vale estar com livros que mal acompanhada ah ah ah

Zica Cabral disse...

Só que eu nunca me senti só porque tinha os meus livros. O meu mundo interior que estava em desenvolvimento. E eles fizeram e farão sempre parte dele.

Bom fim de semana e aproveita e goza a visita aos teus pais. Os meus já só estão dentro do meu pensamento. Já caminharam para outros locais povoados de estrelas.
Quando tivers mais temo dá uma olhada no meu blog, nos post antigos. Tenho a certeza de que vais gostar.

beijinhos e BFS

as-nunes disse...

Caro amigo
Deixei escrita uma nota a propósito do seu comentário no meu blogue. Referia-me eu à Rua Poetisa Natália Correia, em Leiria. Pelas indicações que deixei na entrada do blogue, pelos vistos, não ficou claro a localização dessa rua.
Essa nota desapareceu misteriosamente...ou foi azelhice minha.
É assim: quem sai da Rotunda dos Rotários (Mc Donalds)e sobe para o seminário, corta à esquerda, passa pelo viaduto que passa por cima da Av. das Comunidades, logo a seguir entra na rua Natália Correia.
...
Não me diga que conseguiu essa gramática naqueles montes de livros que o Continente pôe à venda como quem oferece tremoços! Olhe que já lá encontrei vários. É assim que se tratam os livros que vão ficando nos monos das editoras!
Um abraço amigo

dona tela disse...

Tive um dia muito bem passado!

Desejo-lhe um grande fim de semana.

Shanti disse...

Prafrente: Si al menos la cuarta parte del mundo tuviera tus inquietudes este mundo sería mucho más hermoso e interesante.
Te dejo abrazos y mis deseos de que tengas un estupendo fin de semana.

Zica Cabral disse...

AIIIIIIII nem sei por onde começar!!!!!!
Fizeste tantos comentários que me perdi
1 - Vamos começar pelo cisne. A Água não está poluida embora pareça suja. Te detritos, lodo, algas, etc mas não tem poluição. O peixe, quando a maré está cheia é abundabte mas quando vaza, o leito do rio fica completamente raso. Ontem fui lá e praticamente não havia água. Mas anteontem tb lá fui e estava cheio com montes de pescadores nas margens, radiantes da vida com o peixe que havia.
Eu adoro cisnes, patos e tudo o que são aves aquaticas (e aves em geral)mas gosto de os ver em liberdade. Odeio ver passaros em gaiolas. Mas tenho um verdadeiro fascinio por patos como deves ter reparado nos meus blogs.

2- A buche de Nöel é facil de fazer. Se quizeres a receita eu mando-ta. É so mandares-me o teu email e seguires as instruções. Facilima de fazer e uma delicia das antigas.

3 - O concerto dos meus pequenos cantores correu lindamente. CAntaram muito bem, nunão se engaram en mnuma só peça e foi muito aplaudido pela assistencia. Tb tocaram bem e a peçça a 3 guitarras saiu muito mlhor do que tiha saído nos ensaios. Confesso que estava com medo do 2 guitarrista mas o miudo portou-se à altura. Eu toquei com eles easssa peça, fiz a 3º harmonia que era a mais dificil , a primeira foi feita delo Robin de 11 anos e a segunda pelo Jasper de 16. Eram ambos meus alunos. Infelizmente o Robin , este ano desistiiu pporque está na idade parva dos 13 anos e já não é cool. Mas é um miudo cheio de talento por isso tive tanta pena.
Eu tb canto, aliás era uma das minhas "profissões" . Acho qu comecei a cantar antes de começar a falar e como lá em casa todos cantavam (somos 9 filhos ) inclusive os meus pais, não é dificil de adivinhar onde fui arranjar o talento para a musica e para o canto. Depois foi dó uma questão de desenvolver o que já tinha cá dentro
E que me dá um gozo imenso. Mas mais ainda, por crianças a cantar. Em Portugal tinha um coro com 87 crianças. Cantavam de tudo, desde cantigas feitas por mim até musicas do sec XIII em latin. Passando por musicas inglesas, francesas e espanholas. A musica ajudar a desenvolver os individuos como um todo em harmonia. È super importante para uma cerebralização equilibrada e, ajuda tb na pecepção das regras de sociabilização. E muito mais......

4 - O Afonso não é meu neto. É um menino que precisou de ajuda e que , graças a uma onda de solidariedade da qual fiz parte poude ter tudo o que precisava quando nasceu. Já tem um ano e tal e só o conhço de fotografia mas é um amor de miudo.
Eu tenho 5 netos que, sefores ao meu blog gentes varias , vais conhecê-los . São, o Vasco de 11 anos, o Duarte de 8, a Pipa (Felipa) de 7, a Ana de 5 e o Antonio de 4. Os 4 primeiro são filhos da minha filha Domingas e o ultimo é filho do meu 2º filho, Antonio. O meu filho mais novo, Francisco, não tem crianças......ainda (já tem 33 anos por isso nem sei se terá)

5 - Eu gosto de quase todos os animais (tenho UM ODIO DE MORTE a aranhas) e de felinos em particular. Não que não goste de cães, tb gosto, mas acho que me identifico mais com felinos pelo seu aspecto independente mas doce quando querem ser. A minha Manchinha - Mancha p'ros amigos - é docve como o mel, comigo mas com pessoas estranhas é tudo menos isso. E, se sente que uma pessoa não gosta de mim ou me antagoniza por qualquer motivo, é uma fera. É uma gata ultra sensivel e, comigo reage como um...............cão de guarda. Tb é super territorial e não admite outros animais no seu territorio que aqui é o nosso jardim. Inclusive até atacou um cavalo (foi de chorar a rir) que teve o azar de pisar um bocadinho do parque de estacionamente em frente da nossa casa. A menina não foi de novas, e deitou-se à para (prevaricadora) do dito cavalinho. Que olhou pra ela com um ar de quem diz ....ai ai tas aqui tas em milhas. Foi mesmo de chirar a rir, , esta coisa pequenina a tacar um monstrão daquele tamanho!
Mas tb ataca cães e já se defendeu muito bem de uma raposa que estava a ir ao caixote do lixo. Eu ouvi a bulha , corri lá para fora e já só vi a raposa a fugir e a Xinha com a boca cheia de sangue. Até pensei que era dela mas não, ela nã tinha nada mas a raposa não se ficou a rir.
Como vês, uma tigressa em corpo pequeno.
Para falar em tigressas , sou Mãe adoptiva de uma, branca e enorme que há no jardim Zoologico aqui da Ilha. A Zeena. É linda mas nunca se deixou fotografar muito bem pelo que só tenho fotos que o zoo me deu mas como não tenho scanner não as consigo digitalizar.

E pronto, acabei as respostas ao teus comentários. Mas o que eu queria mesmo que lesses eram os post de Setembro, Outubro e Nobvembro de 2005 e Janeiro de 2006. Esses retratam bem o que sou e foi quando comecei a escrever o bolg com alma e coração. Tem prosa, contos e poemas. Um dos posts - 12 de Outubro de 2005 -gostava muito que o lesses e comentasse. Acho que te vai interessar.
Depois, o meu marido começou a ficar muito mais dependente e já não tinha cabeça nem tempo para escrever ou sequer pensar. Os 2 ultimos anos foram muito trabalhosos e, sobretudo tinha que me dedicar a ele, a tempo inteiro. Vá lá que nestes 2 ultimos anos ainda consegui ir a Portugal 1 ou 2 xs mas depois disso nunca mais.
Agora tenho que arranjar inspiração e começar a escrever outra vez. Acabar um conto que comecei mas não acabei, a Historia da Joana e, lentamente, agarrar a minha inteligencia com as duas mãos e sacudi-la LOL.
e pronto, se tiveres coragem para ler isto de ponta a ponta és um verdadeiro Home Sapiens Sapiens

Beijinhos e passa um bom fim de semana.

Zica Cabral disse...

só quero pedir desculpas dos erros porque este teclado de vez em quando não escreve as letras onde carrego. QUando eu vejo, emendo mas há muitos que passam e eu não noto. Quando reli o que escrevi, reparei que deixei passar imensos erros.

bjs
Zica

Menina do Rio disse...

Definitivamente, cheguei a conclusão que minha língua não é portuguesa; é afiada. De qualquer forma, por cá mudam apenas o que eu já aboli a long time...
Deixo-te um beijo imenso

f@ disse...

Emoções literárias, tá tudo dito...
um livro é um amigo... bj das nuvens

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!

Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. No que estou, pela minha parte, a desenvolver todas as diligências que, naturalmente, me forem possíveis.
E, naturalmente também, para poder enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior).
Já solicitei a colaboração da Embaixada de Portugal em Brasília, que tem à frente dela um diplomata fora de série, o meu querido Amigo, Dr. Francisco Seixas da Costa e na qual se integram mis dois bons Amigos de longos nos: o Adriano Jordão e o Carlos Fino. Seixas da Costa criou um blogue magnífico Embaixada de Portugal no Brasil, www.embaixada-portugal-brasil.blogspot.com, que vos recomendo vivamente visitar. Tem tudo sobre as relações entre as duas Nações. E já fiz o mesmo aqui em Lisboa. Espero receber resposta da Embaixada brasileira.
Este é um desejo que já ultrapassa a simples intenção. Felizmente, neste momento possui muitos comparticipantes – como desejo que seja o teu caso. Mas, com o empenhamento, a ajuda, o entusiasmo e a alegria que tenho encontrado – iremos longe. A internet (apesar dos aspectos negativos que ainda apresenta) tem uma força incomensurável e desenvolvimento tecnológico que se actualiza dia a dia.
Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

PS 1 – Quando navegarmos em velocidade de cruzeiro, quero alargar o Travessa aos outros PALOP. Que achas?
PS 2 – Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
PS 3 - Já conheces o me(a)u «Morte na Picada»? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que sendo contos da guerra colonial em Angola 66/68 (em que infelizmente e contra vontade participei), é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Depois de leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato»…

1/4 de Fada disse...

Compreendo perfeitamente essa relação com os livros, porque a minha é semelhante... Dificilmente conseguiria viver sem ler.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Também estou encafifada com esse acordo ortográfico. Vamos ver no que vai dar. Tudo bem, meu amigo? Concordo com bvc, tenho uma relação epidérmica com os livros, não os meto num saco. Um livro é algo de belo. Também acabo de publicar algo de belo. Um post feito a várias mãos, ou seja, vários colegas da Blogosfera contribuíram para esta postagem. Venha apreciá-lo.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um beijo,
Renata

instantes e momentos disse...

muito bom o post, muito bom.
Parabens pelo blog.
Maurizio

Shanti disse...

Pasé a ver si habías dejado una nueva entrada, veo que no...deseo de corazón que estés muy bien.

Te dejo abrazos =)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Pra frente:
Domingo vim aqui, comentei as suas emoções literárias e o convidei para apreciar o meu novo post, e como vc sempre aparece no meu Blog, estranhei. Por isso, reitero o convite, pois do jeito que as coisas vão, terei de fechar o Blog.
wwwrenatacordeiro. blogspot.com
Um abraço,
Renata

Císa disse...

Livros...
...que delicia!!

E eles estão a um estender de mãos ao meu alcance!
É como se a qualquer hora, em qualquer lugar, eu pudesse conversar com a pessoa mais interessante do mundo!
Receber idéias, informações, experiencia,novidades,pensamentos,ponto de vista,entendimento.sabedoria...a qualquer momento...


Bom, também concordo com vc que nem sempre da discussão nasce a luz...Mas da luz nasce sempre uma boa,gostosa e libertadora discussão...

Beijinhos pra vc,meu amigo!


Fique com Deus!


Tenha uma ma-ra-vi-lho-sa semana...


;)


Císa ;)

dona tela disse...

Xaaaauuu!!!!

Shanti disse...

Prafrente paso por acá para decirte que en mi perfil está mi correo, cuando gustes y si lo deseas puedes escribirme.

Te dejo abrazos amigo lindo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Meu amigo Pra Frente, faça só mais um esforcinho e venha de novo até o meu Blog, senão vou até vc reclamar chorando. Fiz um post hj sobre um filme acerca de James Dean e publiquei obras de vários colegas da Blogosfera. Conto com a sua presença, que é muito importante para mim.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

vero disse...

Olá meu amigo,
ainda não ando muito bem mas vou recuperando devagarinho :)

Passei para deixar um beijinho e agradecer o carinho...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Pra Frente:
Espero que não se tenha esquecido de mim! Tenho um pedido a lhe fazer, al´me de que vc vá ao meu Blog apreciar o meu novo post: vc teria condições de escrever um texto com no máximo 20 linhas sobre o acordo ortográfico para eu pôr no meu próximo post que pretendo fazer quinta-feira?
Responda-me, por favor.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço,
Renata

mdsol disse...

Sempre textos com tanta alma!
É um prazer vir por aqui...

(cadê o menino mailindo da blogosfera que estava no cantinho direito?)

:))

mdsol disse...

Ah! Afinal continua lá... Eu é que vi mal. Ainda bem! Eu já estava para começar um MOvimento para a REcolocação da FOtografia do MEnino MAilindo da BLOgosfera: MOREFOMEMABLO ou Eme Erre Efe Eme ao quadrado Bê... ehehe
:))

Deusa Odoyá disse...

Olá meu novo amigo.


Passei para conhecer seu blog e o achei muito interessante e instruido.
Bom fim de semana com muita paz e amor em seu coração.
Voltarei mais vezes.

Te aguardo no meu cantinho.


Sua amiga do lado e cá.

Regina Coeli.

dona tela disse...

Tive o meu primeiro SELO!

Beijinhos.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Pra Frente, meu amigo, fiz postagem nova. Aperte a tecla "Page Down" e pare onde bem lhe aprouver. Se tiver interesse em mais coisas, volte outro dia, pois o post não vai sair de lá.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
No final do post, há uma casinha, um banquinho, depois quem quiser pode ir ao meu castelo.
PS: Não é porque foi esses dias que não vai. Vou pegar no seu pé

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Pra Frente, meu amigo querido, por favor, vai dar um espiadinha no meu Blog e deixe um comentário sobre o que achou. Conto com a sua presença.
wwwrenatacordeiro.blogsoot.com
Um abraço,
Renata

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Meu amigo Pra Frente, já que vc é curioso por conta própria, vá dar uma espiadinha no meunovo post. Acho que vc vai gostar. Nãod eixe de ir, por favor, senão ficoicarente de leitores, nem precisa ler ou ver tudo.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com