lua cheia

lua cheia
Adormecendo nos braços do Oceano

quinta-feira, 2 de julho de 2009

VAZIOS INTERIORES

( imagem da net)

A nossa sociedade está mergulhada em paliativos, que vão da droga mais poderosa ao hábito mais banal.
Sexo, discussão, roupa, comida, álcool, ginástica, calmantes, paixões consecutivas, são alguns dos vícios mais comuns que as pessoas adoptam para enfrentar a insegurança em que vivem.Os vícios funcionam como válvulas de escape para quem não quer aperceber-se do VAZIO da sua vida.
Mas o pior é quando as pessoas se viciam no "sofrimento"e não conseguem desfrutar das suas vitórias. Ás vezes , tudo corre bem á sua volta, mas elas preferem ver problemas onde existem possiveis alegrias.
Roberto Shinyashiki, (2002). O sucesso e ser feliz. Editora Pergaminho.

15 comentários:

Paula Raposo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula Raposo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luana disse...

"Vazios interiores" me fez lembrar de um texto que escrevi sobre "Crises Existencias"... Um dia vou colocá-lo no blog!
Obrigada tbém pela visita e realmente você tem razão quanto a ansiedade. Estou ainda no duelo: ela estava vencendo, mas estou melhorando bastante! E...não, não penso na medicina (risos); Sou estudante de Direito.

Bjos! Ah! Portugal...Ainda quero conhecer.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu novo amigo.
Obrigado por sua visita ao meu cantinho.
Espero que tenhas gostado e volte sempre.
As vezes a solidão não nos deixa ver a realidade de uma alma.
Somos felizes e não deixamos isso fluir e sim o vazio , que muitas vezes podemos cobrir de cinzas.
Concordo plenamente com seu post.
Vamos ocupar nossa mente com bons livros de auto ajuda.
Uma semana de muita paz, amor e luz.
Fique na paz.
beijinhos doces de sua nova amiga.
Regina Coeli.
Perpétuos são os momentos
quando as àguas, lavam as lágrimas
escorridas por dentro...

Zica Cabral disse...

Gostei imenso deste texto, com o qual concordo em absoluto.
Há, hoje em dia uma grande percentagem de pessoas que têm vidas vazias e que tentam preenche-las com futilidades e aleanatoriamente , tentam fugir das suas proprias realidades.
A construção de uma vida util, virada para os outros , numa sociedade cada vez mais narcisica, é dificil de realizar e os valores reais como o amor ao proximo , a solidariedade não são apelativos.
Mas tb, ha pessoas que os apregoam, dizem que seguem esses valores mas, quando os outros, de quem se dizem amigos, realmente precisam de um gesto ou de uma palavra de conforto, desaparecem e não fazem o que apregoam.
A falsidade de alguns ainda me espanta, num mundo em que ja nada me devia espantar.......mas a vida pode ser muito curta e nem sequer merecem recentimento.
Talvez mereçam pena............porque as suas vidas são vazias.....e são eles proprios que não as querem preencher...........
bjs
Zica

Miosótis disse...

Olá!
Antes de mais obrigada pelos teus comentários aos meus rabiscos. É sempre agradável ler-te.
Quanto aos "vazios interiores", cada um gere-os conforme melhor lhe aprouver, da melhor ou da pior forma mas sempre com a convicção de que os está a preencher para se sentir bem. Mais tarde ou mais cedo reconhecerá os proveitos que daí possa tirar.
Beijo para ti

Sthefanie disse...

Os vícios são sim uma tentativa de escape.Mas do que muitos na atualidade estão fugindo ?
Eu confesso também tenho um vicio... Mais não sei se livros são uma válvula de saída para uma vida que poderia ser cheia de alegrias.
O texto é muito interessante!

Paula Raposo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
f@ disse...

Olá José,

post sublime...

sobre o vazio em que todos caímos um pouco quando nos deixamos levar pelos males da vida sem procurar à nossa volta ou dentro de nós o verdadeiro sentido das pequenas coisas...

imenso beijinho

Sthefanie disse...

Obrigada pelo comentario !
Bjim!

Maria Clarinda disse...

Excelente este teu post e que nos deixa a pensar e a levar as palavras guardadas em nós.
Jinhos

Paula Raposo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miosótis disse...

Preguiçoso!!!!
E que tal um poste novo, para não ter que comentar aquilo que já foi dito?!
Espero que estejas bem, apesar do mau humor.
Jokas

Miosótis disse...

Vê lá se acertas o relógio do teu blogue porque este e o anterior comentário foi escrito às 20h e 35 minutos e aparece ali 12h e qualquer coisa....
ERRADO!!!
Vai uma bjeka acompanhada por um belo marisco do Eusébio?!
Fica bem!

JC disse...

Bela reflexão que nos deixaste. Devemosser positivos. Encarar as coisas menos boassempre com um sorriso e com um vou ser capa, capaz de vencer, cpaz de ultrapassaresta fase. Chegar onde pretendo.
Um abraço